Evolução do mercado de transporte marítimo de contentores

SkouuuEm entrevista publicada no Wall Street Journal, Søren Skou, CEO da Maersk Lines, reconhece que a empresa calculou mal o mercado quando, no início de 2011, encomendou a construção de 10 navios Triple-E* e, posteriormente, aproveitou as vantagens de uma opção para mais 10 navios.

“Quando olhamos para trás, quando estes navios foram contratados no início de 2011, é bastante claro que a nossa estimativa de crescimento era bem diferente do que realmente tem sido”. No entanto, embora a Maersk Line estivesse errada sobre a evolução da procura do mercado, os navios Triple-E vão garantir as economias de escala da empresa, tendo o custo unitário sido reduzido em 8%. Continuar a ler

Maior navio do mundo – Maersk Triple E

O futuro do Transporte Marítimo e/ou o Transporte Marítimo tem muito futuro!
O números são impressionantes e o grafismo permite-nos ter uma melhor percepção, do impacto que esta nova classe de navios terá na nossa sociedade.

Maersk_TripleE_800

Os novos navios Maersk classe Triple-E, destacam três princípios de desenvolvimento: Economia de escala, Eficiência energética e ambientalmente (Environmentally) melhorado, permitindo reduzir as emissões de CO2 em 50% por contentor movimentado.

O primeiro navio desta classe está já em operação e foi baptizado com o nome Maersk Mc-Kinney Møller, em memória de Arnold Mc-Kinney Møller, filho do fundador da Maersk, que trabalhou até falecer em 2012 com 98 anos. Continuar a ler