Podemos copiar políticas?

A resposta é afirmativa e o processo é conhecido por benchmarking. Mas porque devemos copiar uma política?

O Mar assume tal importância no futuro dos portugueses, e do mundo inteiro, que qualquer tarefa com ele relacionado pode afigurar-se missão impossível ou, pelo menos, exigir um esforço hercúleo. Não é desprovida de sentido esta constatação. Mas não deve toldar-nos a vista ou aprisionar as ações. Todas as grandes questões se resolvem quando tratadas como um processo: com início, meio, pausa para avaliar e celebrar, e de novo início. E todos os bons processos começam com grandes questões:

Continuar a ler