A STCW e o “Controlo” de Multidões

Apesar da IMO (International Maritime Organization) considerar o tema “gestão de multidões em situações de emergência” como “crowd management”, a regulamentação da certificação e implementação dos respetivos cursos de qualificação em Portugal começou mal, logo às mãos do legislador.

Continuar a ler

A tragédia da cédula marítima

a-tragedia-da-cedula-maritima-800x550

Todas as mulheres e homens que trabalham a bordo de navios são considerados marítimos (seafarers). Todos possuem iguais direitos de acordo com a regulamentação internacional, nomeadamente a Convenção do Trabalho Marítimo (MLC 2006), ratificada por Portugal em 12 de maio de 2016. Infelizmente, fruto da desatualização da legislação nacional, nomeadamente do Regulamento de Inscrição Marítima, os portugueses que trabalham a bordo de navios não possuem iguais direitos entre si, nem comparativamente aos marítimos de outros países.

A maior lacuna, que afeta milhares de portugueses, consiste no facto de muitos deles não poderem realizar a sua Inscrição Marítima, logo não tendo acesso à respetiva Cédula. Não podem, por esta razão, usufruir dos benefícios estabelecidos na lei em vigor, entre outros.

Continuar a ler

Direito e Economia do Mar – 21 fevereiro – reserve a sua agenda

almoco_amg_p_nd_w

Diálogo com Armando Marques Guedes, Professor Agregado de Direito da Universidade Nova de Lisboa, Vice-Coordenador do Mestrado em Direito e Economia do Mar e reconhecido especialista em Relações Internacionais, Geopolítica e Assuntos do Mar, com especial incidência sobre o Atlântico. Organização Jornal da Economia do Mar. Reserve a sua participação!

 

O Código Polar e a STCW – mais certificação para marítimos

polarcode2-1200x628

O Código Polar (Código internacional de segurança para os navios que operam em águas polares) entrará em vigor no dia 1 de janeiro de 2017. Quais são as novas exigências para a formação dos marítimos envolvidos?

De acordo com os resultados da 97ª sessão do Comité de Segurança Marítima (MSC) da IMO, que se reuniu de 21 a 25 de novembro de 2016, foram adotadas novas emendas à Convenção STCW, pelo que serão exigidas novas competências, até 1 de julho de 2018, aos marítimos que trabalhem em áreas polares.

Continuar a ler

Certificados profissionais de marítimos

portaria-253-2016

Foi publicada no dia 23 de Setembro, a portaria 253/2016 (diário da república 184/2016, série I), que estabelece os tipos de certificados profissionais, as condições para a sua emissão, a respetiva validade e os correspondentes modelos.

Continuar a ler

IRS para marítimos

euro2

A indústria do transporte marítimo oferece vários benefícios. Para muitos profissionais que trabalham em navios, um salário livre de impostos é um deles. Porém, nos dias de hoje, tal benefício não é automático e depende de vários fatores, cujo desconhecimento pode levar a pesadas multas e penalizações. Se trabalha em navios, sabe se está a cumprir a lei?

Adicionalmente, possuir contas bancárias em entidades offshore deixou de ser tão atraente ou útil como era antes. A evolução na legislação e a exigida transparência global, significa que muito em breve os rendimentos depositados nestas contas serão declarados à autoridade fiscal. Existe opção melhor do que possuir uma conta bancária offshore?

Se desconhece as respostas para as questões apresentadas, leia atentamente este artigo. Pode poupar-lhe muitos euros e dores de cabeça.  SABER MAIS

 

STCW proteção (security)

PiratariaPela sua atualidade e relevância para todos os marítimos, partilhamos um esclarecimento acerca de certificação STCW no domínio da proteção.

Existem 3 cursos de qualificação STCW relacionados com proteção (vulgarmente conhecidos como cursos de pirataria). Todos eles são vitalícios, ou seja, não necessitam de renovação ou atualização de conhecimentos.

Ler Mais

 

Apormar estabelece parceria com Cristina Lança Advogada

Apormar_logotipo_Cristina Lança Advogada 500x335

A APORMAR serve a comunidade das pessoas que trabalham e que querem trabalhar em navios, de carga ou de passageiros/cruzeiros, apoiando e promovendo a sua colocação profissional e desenvolvimento de carreira. Para potenciar a sua missão, procura estabelecer parcerias com empresas e instituições que providenciam serviços de excelência e que se evidenciam pela sua competência nas respetivas áreas de especialização.

Continuar a ler

Madeira é FOC

ITF FOCs

ITF inclui Registo Internacional de Navios da Madeira na lista de Bandeiras de Conveniência (FOC). O que são Bandeiras de Conveniência e quais os seus riscos?

Continuar a ler

Estamos na Amazon!

Amazon Objetivo Trabalhar num Navio

Livro Objetivo Trabalhar num Navio já está disponível na Amazon

Leitura obrigatória! Tudo o que precisa saber e fazer, para iniciar uma carreira internacional única e gratificante a bordo de um navio de carga ou de cruzeiros.

Construa uma candidatura diferenciadora e prepare-se para uma entrevista vencedora!