Apormar subscreve a Declaração de Neptuno

Apormar junta-se a mais de 450 empresas e organizações de todo o mundo, que unem forças para ajudar a resolver uma crise humanitária no oceano.

A Declaração de Neptuno, assinada por líderes dos direitos humanos e pelas maiores organizações da indústria global, define 4 ações necessárias para resolver a crise de substituição das tripulações de navios.

Vários líderes dos direitos humanos e as maiores organizações da indústria global, incluindo a A.P. Møller – Mærsk, BP, BW, Cargill, COSCO, DOW, Euronav, MISC, NYK, Rio Tinto, Shell, Trafigura, Unilever e Vale, subscreveram a Declaração de Neptuno sobre o bem-estar dos marítimos e a substituição de tripulações (Neptune Declaration on Seafarer Wellbeing and Crew Change), num apelo à ação global para parar a crise sem precedentes causada pela Covid-19.

Centenas de milhares de marítimos de todo o mundo continuam a trabalhar a bordo de navios desde o surto da pandemia do coronavírus, não podendo ser substituídos, apesar de ultrapassados os prazos estabelecidos nos seus contratos. A fadiga causada por longos períodos no mar acarreta graves consequências sobre o bem-estar físico e mental dos marítimos. Aumenta também o risco de acidentes marítimos e desastres ambientais e representa uma ameaça à integridade das cadeias de logística marítimas, que asseguram 90% do transporte do comércio global.

Apesar dos esforços significativos de organizações internacionais, empresas e alguns governos para resolver esta crise insustentável de substituição de tripulantes, a situação tem vindo a piorar à medida que os governos aplicam mais restrições de viagem em resposta às novas estirpes do vírus da Covid-19.

Uma série de questões-chave contribuem para esta situação crítica: as autoridades nacionais em todo o mundo continuam a considerar a substituição de tripulantes e as viagens internacionais como um risco para a Covid-19; os protocolos de segurança sanitária não estão a ser implementados consistentemente pelos operadores de navios; e a interrupção das viagens aéreas internacionais reduziu o número de voos entre os centros tradicionais de substituição de tripulantes e as principais nações marítimas.

SABER MAIS

 

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.