Formação Economia Azul: a nova Economia do Mar

Após o sucesso alcançado em ações anteriores, está já agendada uma nova edição da Formação Economia Azul: a Nova Economia do Mar. Inscreva-se até dia 6 de dezembro e beneficie de 30% de desconto sobre o valor de participação.

 

A Formação Economia Azul: a Nova Economia do Mar realiza-se nos próximos dia 29 e 30 de janeiro, no Parque das Nações em Lisboa. A ação tem a duração de 14 horas e irá receber alunos de vários países de língua portuguesa.

Esta ação de formação destina-se ao público em geral, incluindo profissionais e estudantes, nomeadamente quadros intermédios e superiores, empresários, professores, gestores municipais, jornalistas, políticos, advogados, engenheiros, autarquias, empresas, escolas, associações, entre outros.

A Formação Economia Azul: a Nova Economia do Mar aproxima o oceano e as pessoas, promovendo a transmissão de conhecimento relacionado com a economia do mar, contribuindo para o seu desenvolvimento sustentável, informando, sensibilizando e inspirando a sociedade em geral para as oportunidades existentes. Este objetivo global concretiza-se a partir de 3 eixos de ação:

  1. Base de Conhecimento Azul – Sensibilizar e inspirar os agentes ativos da sociedade, e incrementar o nível de informação sobre a economia do mar, de forma holística e interdisciplinar, integrada com as políticas e estratégias da União Europeia e incluindo a visão e as melhores práticas internacionais;

  2. Recursos Humanos – Captar e reter talento, nas carreiras profissionais dos setores tradicionais e emergentes da economia do mar;

  3. Investimento – Mobilizar agentes ativos da sociedade, nos setores público e privado, promovendo a identificação de oportunidades de investimento e linhas de apoio.

Potencial de crescimento da economia do mar

O oceano vai ser uma força económica este século, oferecendo vastas oportunidades de emprego, inovação e investimento. O século XXI é já conhecido como o século azul, dado o potencial de crescimento da economia do mar. De acordo com a Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Económico (OCDE), perspetiva-se, de forma conservadora, a duplicação do valor da atividade económica no mar até 2030, de 1,5 para 3 triliões de USD.

Com um crescimento estimado da população mundial, dos atuais 7,6 para cerca de 9,6 mil milhões de habitantes até 2050, a economia do mar irá crescer rapidamente, à medida que os países recorram cada vez mais a este meio em busca de alimentos, energia, medicamentos e outros produtos e serviços.

O crescimento da economia do mar tem também implicações ao nível da empregabilidade, prevendo-se um crescimento do número de postos de trabalho, de 31 milhões de pessoas em 2010, para mais de 40 milhões em 2030 (OCDE).

Porém, o desenvolvimento preconizado depende do nível de conhecimento de Direito e economia do mar, factor crítico de sucesso para a utilização e exploração sustentável do oceano.

Desafios ao desenvolvimento sustentável da economia do mar

A nível global, o tema da economia do mar tem vindo a conquistar enormes audiências, que discutem as oportunidades e a necessidade de uma gestão integrada do oceano, mas que reconhecem, em simultâneo, a fragilidade dos ecossistemas e da saúde marinha. Se não for travada a degradação do oceano, poderá ser atingido um nível de constrangimentos que afetarão o crescimento das atividades económicas neste meio.

Sublinham-se as ameaças resultantes da sobrepesca e a perda de biodiversidade, expressa pela redução de espécies e a destruição de habitats; o deficiente ordenamento das zonas costeiras; a poluição por plástico e outros contaminantes, e o impacto das alterações climáticas.

Programa de Formação

O Programa de Formação inclui os seguintes temas:

Economia Azul
– O que é a economia azul
– Classificação das actividades económicas
– Conta satélite do mar
– Comparação de dados

Política e Estratégia do Mar em Portugal
– Políticas públicas
– Os últimos 50 anos e a visão para o futuro
– A Estratégia Nacional para o Mar
– O Plano de Ação Mar-Portugal
– Apoio ao investimento

Comunicar o Mar
– Identidade marítima
– Comunicação estratégica
– Público-alvo e objetivos
– Mix da comunicação

Benchmarking de políticas – Mar e Turismo
– Estratégia do turismo e estratégia do mar
– Comparação de estruturas
– Comparação de indicadores setoriais
– Comparação de estratégias e de planos

Direito do Mar
– Evolução histórica do Direito do Mar
– Convenção sobre o Direito do Mar (CNUDM)
– Espaços e fronteiras marítimas
– Solução de controvérsias

Direito Marítimo
– Evolução histórica do Direito Marítimo
– Organização Marítima Internacional (IMO)
– Convenções Internacionais
– Administração e fiscalização marítima

Recursos Humanos
– Recursos humanos no sector marítimo
– Política de Recursos Humanos na Europa
– Qualificação e Emprego marítimo
– Prospectiva

Literacia do Oceano e ensino do mar
– As estatísticas da educação
– As ferramentas de literacia
– O estado do ensino em Portugal
– As competências para o futuro

Ordenamento do espaço marítimo
– Ordenamento na União Europeia
– Ordenamento em Portugal
– Plano de Situação do Ordenamento (PSOEM)
– Áreas Marinhas Protegidas (AMP)

Poluição marinha
– Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
– Convenção sobre o Direito do Mar (CNUDM)
– Outras Convenções
– Economia circular e plástico no Oceano

Economia Azul na União Europeia
– Revisão histórica
– Direito da União Europeia
– Política Comum das Pescas (PCP)
– Política Marítima Integrada (PMI)

Modelo de desenvolvimento
– Importância do modelo de desenvolvimento
– Os vetores Direito e Economia
– Modelo aplicado à Economia Azul na Austrália
– Estratégias setoriais da Economia Azul na Austrália


Inscrição

As inscrições estão abertas, sendo oferecido um desconto de 30% sobre o valor de participação, até dia 6 de dezembro.


Sobre a iniciativa EconomiaAzul

Em pleno século Azul, a iniciativa EconomiaAzul oferece o conhecimento essencial sobre a economia do mar, para que possam ser aproveitadas, de forma sustentável, as excecionais oportunidades profissionais, empresariais e sociais, que o Oceano oferece.

Visão

  • Um Oceano produtivo e sustentável tem de ser conhecido e protegido;
  • Ser Azul significa conhecer, respeitar, proteger e comunicar o Oceano, a todas as pessoas;
  • O conhecimento é o motor da inovação e do desenvolvimento sustentável, a chave para a proteção e aproveitamento do valor do Oceano e das suas vantagens competitivas;
  • As pessoas são um fator decisivo para a sustentabilidade do Oceano e do planeta, o agente ativo de todas as estratégias, o engenho da mudança e evolução criativa, os possuidores do talento que importa captar e desenvolver.

Missão

  • Pensar, ser, agir, Azul. Aproximar as pessoas e o Oceano através do conhecimento e da comunicação;
  • Inspirar pessoas a perceber, utilizar e a cuidar do Oceano, através da transmissão inovadora de conhecimento útil, amplificando o seu talento e multiplicando as suas oportunidades, almejando a sustentabilidade global.

Informação adicional Formação Economia Azul: a nova Economia do Mar

 

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.