MAR+ | Terrorismo e Ciberataques – Risco para Navios de Passageiros

MAR+ publica o Relatório “Terrorismo e Ciberataques – Risco para Navios de Passageiros“, trabalho realizado no Mestrado em Direito e Economia do Mar: a Governação do Mar, da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

Educação – Sensibilização – Informação – Igualdade – Prevenção – Dissuasão:
Se falamos de ameaças de terrorismo e de ciberataques, tudo o resto vem depois.

O mundo evolui a várias e diferentes velocidades. Algumas sociedades vivem hoje o futuro; outras firmam-se e alimentam-se do passado. 7.5 mil milhões habitam o mesmo planeta, mas quase parece que habitam planetas diferentes, tais as diferenças ideológicas, culturais, económicas e sociais. Se existiu algures no passado, após a queda de muros e a construção de democracias, a esperança de que estaríamos a caminhar para a igualdade de oportunidades, da infoinclusão generalizada, concluímos agora que o planeta está simplesmente mais quente e explosivo.

A digitalização – a última fronteira – um milagre e um passo gigante num utópico planeta estruturado e igualizado, pode trazer-nos ainda mais diferença e mais ameaças, no planeta que temos. Entramos numa era em que os erros deixam de ter consequências controláveis. Tudo é possível e inimaginável e os primeiros anos do século XXI mostraram-nos já a ponta dum iceberg amaldiçoado.
Se, por um lado, a sociedade se desenvolve e conquista a ciência, os oceanos e o espaço, a velocidades nunca vistas, exploram-se exaustivamente os recursos do planeta e cometem-se crimes bárbaros contra pessoas.

Numa gigante corrida de ratos, em pista circular, destacam e isolam-se os que têm vantagem. O pelotão segue o exemplo acreditando que pode alcançar os primeiros. Os últimos da corrida vão perdendo tudo e deixando de acreditar. Até ao momento em que invertem o sentido da corrida e colidem de frente e com impacto, com os líderes da prova. As bandeiras de revolta erguidas, têm o terrorismo e os ciberataques escritos.
O desastre pode ocorrer em qualquer local e, até à data, a superfície terrestre tem sido o palco preferencial. Os mares, os oceanos e as pessoas que neles fazem vida, poderão ser os próximos atores numa peça com audiência forçada, de tal forma dramática, que este adjetivo é puro eufemismo.

Estará alguém preparado para o que pode advir?

Terrorismo e Ciberataques – Risco para navios de Passageiros

 

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.