Tipologia e Classificação de Navios | MAR+

TIPOLOGIA E CLASSIFICAÇÃO DE NAVIOS
ANTÓNIO COSTA
Novembro 2013
Palavras Chave: Tipologia | Classificação | Navios
Referência: MAR+20131115

“Poderá parecer despropositado, agora, falar sobre este assunto, já que existe bastante literatura sobre o mesmo. Mas é por isso mesmo. Há pouco mais de 40 anos, quando embarquei pela primeira vez, existiam uma meia dúzia de tipos de navios. Agora, ultrapassam a centena. Nessa altura, além do universalmente conhecido por tipo de carga (p. ex. o navio petroleiro e LPG’s, de carga geral, graneleiro, de passageiros), por tipo de pesca praticada (palangreiro, atuneiro, arrastão, etc.) e pelo tipo de trabalho (rebocador portuário e de alto mar, draga, barcaças e pouco mais).

Já existiam, no entanto, algumas classificações decorrentes do pós-guerra e do plano Marshall, como os SD14 e os Liberty’s Ships, bem como os navios que faziam, maioritariamente, o mercado europeu, com designações derivadas dos seus limites de tonelagem (aquilo a que estavam sujeitos a pagar de despesas portuárias) como os 499’s e os 999’s.

Convém lembrar que os anos 1970’s foram profícuos em querelas regionais, ou não estivéssemos em plena Guerra Fria: choques petrolíferos, 3ª guerra do Suez e etc. Foi nesta altura que surgiram os primeiros Capesize (mais tarde rebaptizados de VLCC’s – Very Large Crude Carriers – e outras designações específicas). Por contraponto à criação da designação Capesize (que acaba por se generalizar a navios de carga seca), surge o conceito Panamax, pois aqueles não podiam passar pelo Canal do Panamá, tendo que circundar o Cabo da Boa Esperança e o Cabo Horn.”

Aceda ao documento completo em MAR+

AMPLIFICAR TALENTO

MAR+ é uma iniciativa Transporte Marítimo Global, que amplifica o talento de mulheres e homens, que sentem o apelo da descoberta do conhecimento e da sua partilha. Pessoas que reflectem, analisam, estudam, relacionam, investigam, descobrem e escrevem as suas conclusões e descobertas.
MAR+ publica trabalhos originais relacionados com a Indústria do Transporte Marítimo. Adicionalmente, promove a sua divulgação num mix de meios diversos, amplificando a visibilidade do autor e do tema estudado.