Bancas Marítimas no Mercado Internacional

Sessão pública de apresentação de tese de especialista
Quinta-feira, dia 17 de Outubro – 14h00
ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique, em Paço de Arcos

Bancas

Os armadores e/ou afretadores têm a tarefa de rentabilizar os seus navios. Com o custo que o combustível hoje representa, ter na sua equipa, colaboradores que conheçam o mercado, os produtos, as imposições legais, normas, etc, é fundamental mesmo que a tarefa da compra seja dada a terceiros. Só com conhecimento se pode verificar o cumprimento dos objectivos para os quais o prestador do serviço foi contratado.

Este mercado está em constante mudança e o que hoje é válido poderá não o ser amanhã. Para além disso, e por mais elevado que seja o conhecimento em qualquer uma das matérias escritas, técnicas, económicas, legais, etc., esta commodity e o seu mercado é muito feito de conhecimentos adquiridos on job.

Aquilo que é exigido a um comprador do ponto de vista do conhecimento, também o é para um fornecedor e/ou vendedor. Efectuar uma venda e uma entrega requer não apenas noções básicas mas o conhecimento profundo de todo o processo.

Aqueles que navegam com o navio necessitam de ter a noção de como este mercado é diversificado e variável, e as dificuldades com que se deparam quem lhes efectua a compra e quem lhes entrega as bancas.

Existem muitas áreas inerentes às bancas marítimas, áreas ligadas à qualidade, áreas tecnológicas, legislativas, operacionais, logísticas e económicas. Qualquer que seja a posição em que se encontra, quem vai exercer uma função com ligação ao mercado de bancas, tanto do lado do armador que procura a maior rentabilização dos seus navios, como aquele que comercializa os seus combustíveis, necessita de ter conhecimento da matéria, pois, as bancas têm hoje uma importância relevante na exploração dum navio, no transporte marítimo, na conservação do meio ambiente, na produção industrial de produtos petrolíferos, etc. Também para aqueles que operam directa ou indirectamente com bancas, como agentes/representantes dos navios, companhias de transporte e/ou operadoras de combustíveis, empresas inspectoras, como exemplo, o conhecimento desta matéria é de grande importância. Não é possível o desempenho de uma função com profissionalismo, responsabilidade e com bons resultados, seja qual for a actividade onde se insere essa função, sem o conhecimento que o habilite para tal.